VOLTO OU NÃO VOLTO

Temos, aqui no estado, uma dificuldade muito grande em angariar a simpatia de turistas. No geral, parece que não interessa aos empresários o retorno dos que saem de seu conforto para conhecer novas plaias e praias. Quanto às pessoas, tudo bem, mas quanto às empresas, a coisa complica.

Embora tenhamos excelentes locais, natureza privilegiada, praias exóticas, ventos constantes e amenos, praias diferentes da maioria existente no resto do país, assistimos diuturnamente o despreparo no atendimento não só de turistas, mas da população de um modo geral.

É claro que existem exceções, assim como é claro que muitas casas tem a mesma qualidade encontrada em grande centros, no sul e no sudeste do país. Mas estas não chamam a atenção. O que marca mesmo é o negativo, que em alguns casos beiram ao absurdo.

Muitas pessoas, assim como eu, ao visitarem novos lugares, não procuram o que está obviamente sendo vendido como o “melhor”, mais “bem localizado”, com as “melhores instalações”. Pessoalmente, considero visitar lugares simples, embora adore instalações finas, bem estruturadas, chamativas.

Aqui em São Luis existem várias instalações destas, quer em nada devem às de fora, arrisco-me a afirmar que inclusive quanto ao preço. Mas estas são obvias, nem se precisa falar, a mídia remunerada se encarrega de divulgar.

MUNDICO 3           MUNDICO 5

 

Em contrapartida, as outras, aquelas de instalações simples, cujo luxo está restrito ao atendimento e à qualidade, somente são divulgadas de boca em boca.

Quero ser bastante claro quanto a isso. Não somos remunerados, e nem queremos ser, para falar bem ou mal deste ou daquele estabelecimento. Apenas falaremos. No máximo pediremos autorização para registrar em fotos nossa presença nos locais. E, é claro, experimentaremos do cardápio oferecidos como somos, apenas visitantes do lugar.
MUNDICO 7

MUNDICO 11

Hoje fiz isso. Voltei a  lugar, na Praia Grande, nas proximidades do Mercado do Peixe, simples, muito simples, que já conhecia e aonde sempre fui satisfeito com uma boa enchova (ou enchova, como queiram) na brasa e um gostoso arroz de “toucinho”, além de um feijão honesto e um pirão bastante saboroso. No entanto, parece que a globalização ali aportou e trouxe consigo as mazelas que tanto abominamos, a começar pelo “cardápio bilíngüe” e pela diversificação de peixes, agora contando também com Pescada Frita, Bandeirado e Tainha.

MUNDICO 10

Tudo quase muito bom, pois não cheguei a almoçar hoje, devido a um pequeno mais importante desrespeito: o atendimento não obedecia a ordem de chegada dos clientes. No meu caso específico, após a quarta postergação, reclamei e a resposta não me satisfez.

Mas sempre tem um proveito nas adversidades: inaugura uma “QUALIFICAÇÃO” no blog: VOLTO E NÃO VOLTO. Adivinhem qual escolhi para o Mundicos.

MUNDICO 14

Um abraço. Por aí vem mais!

 

 

Solonel Jr.

Amante de fotografia, sangue cigano, inquieto por natureza, bancário por profissão, aposentado por sorte, jornalista por desaforo (registro nr 1.528/MA), turistante por vontade. Sou eu.

Um comentário em “VOLTO OU NÃO VOLTO

  • 19/01/2016 em 10:07 AM
    Permalink

    Muito boa ideia, caro blogueiro Solonel Júnior, essa de compartilhar as venturas e desventuras dos caminhares pelos cantos da cidade. Quando for a São Luiz, e não demorará, já terei uma referência para tornar mais agradável a minha estada. Estarei daqui acompanhando e sempre grato pelas dicas. Boa sorte nessa nova incursão jornalística.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: