BARRA GRANDE – PI

Menor litoral do Brasil, o do Piauí reserva belezas naturais e rústicas que não caberiam em um só post.

Reservo para outra oportunidade falar sobre as praias de Luiz Correia, de Parnaíba e dos bons hotéis que ali foram instalados nos últimos tempos. Neste, trataremos de BARRA GRANDE.

Ali me decepcionei na primeira vez que fui, pois havia ouvido que mais parecia o paraíso. Sem calçamento nas ruas, pouca iluminação à noite, restaurantes simples, com pés n’areia, mas cozinha local internacional de primeira.

BG 1

Não. Ali não parece ser o paraíso. Ali é o paraíso.

BG 3

BG 4

BG 21

A meio caminho entre Fortaleza e São Luis, pelo caminho do Litoral. Dista mais ou menos uma hora de Parnaíba, em ótima estrada e umas três horas até Jericoacoara. De Teresina, dista cerca de 300 km por uma boa estrada.

Pousadas aos montes. Olhando de fora, muito simples, artesanais quase, mas internamente, encontra-se conforto, higiene e bom atendimento. Tudo simples, quase rústico, como seus chalés.

BG 14          BG 13           BG 12

Em várias visitas ao lugar uma das que mais gosto de utilizar é a Paraíso da Barra (86-3322-3473 ou 99983-1909) .

BG 11             BG 18

Estacionamento grande, debaixo de coqueiros sem cocos, uma sombra agradável e muitos cantos, lounges (salas de estar) confortáveis e ventilados naturalmente pela brisa que sopra do mar o tempo todo.

BG 20         BG 16

Simples, mas confortável, pra quem não exige muito. Ar refrigerado, água quente, frigobar, tv. Chalés bastante espaçosos e do andar superior uma bela vista, pra se curtir na rede na varanda. Espaço suficiente para até 4 pessoas, a 50 metros da praia.

Café da manhã regional, beiju, cuscuz, caldo de carne, frutas e pães, além de café, leite e sucos diversos.

E o importante é que os preços ainda estão aceitáveis, embora não se possa chamar de baratos. Neste carnaval, como aliás em todos os feriados, estaria lotada, e a promessa da gerente era de que seus preços baixariam logo após.

BG 13      BG 2

Na praia, apenas três barracas, das quais destaco a mais nova, Blue Blay, de um italiano já aclimatado e disposto a servir com um sabor diferenciado. O que atrapalha, infelizmente, são as moscas, que não se intimidam com o vento e permanecem no local. Comparando-se os preços com os de São Luis, chega a ser muito barato e as porções bastante honestas, com o anunciado.

BG 19       PRAIA 4 BARRACA BLUE BLAY 3       BG 7         BG 5

BG 6       PRAIA 4 BARRACA BLUE BLAY 2

Barrinha de todas as cores e todos os amores! (ditado local).

Curtam e boa viajem.

Aqui eu VOLTO.

Site da Pousada Paraíso da Barra

Solonel Jr.

Amante de fotografia, sangue cigano, inquieto por natureza, bancário por profissão, aposentado por sorte, jornalista por desaforo (registro nr 1.528/MA), turistante por vontade. Sou eu.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: